Ascenção Planetária


 

Pelo que tenho constatado, a espiritualidade e os ETs estão intimamente relacionados, por isso decidi escrever este artigo.
Por toda a Internet fala-se muito do processo de Ascenção. Afinal o que é e para que serve a Ascenção?!
Apesar de haver muita informação relacionado com este assunto, especialmente proveniente de canalizações espirituais, o meu objectivo é oferecer uma explicação pessoal.

Quando nos sentamos no sofá para ver o que está a dar na televisão, inicialmente fazemos zapping, ou seja, mudamos frequentemente de canal até encontrarmos um programa ou filme que seja do nosso interesse. Durante este processo, damo-nos conta, que cada canal é distinto do outro e curiosamente, ocupam todos o mesmo espaço.

 

Além dos canais de televisão, ou mesmo de rádio, existem as gamas de frequências. Por exemplo: na televisão existem as bandas VHF e UHF. Nos rádios existem muitas bandas de frequências, mas as mais conhecidas são a AM e FM. A banda de FM abrange uma banda de frequências, que vai desde 88, a 108 Mhz (mega herts), ou seja, é possível existir 108 canais nesta gama de frequências.

 

Na Realidade, as coisas também são de certa forma assim. Tudo o que nos rodeia é feito de energia, com densidades e padrões diferentes. Além disso, cada padrão de energia possui o seu próprio registo, ou frequência.

 

Voltando à analogia da Ascenção com as frequências de rádio.

Suponha que possui um rádio que só funciona na banda AM, mas você pretende ouvir canais da banda FM. Neste caso, não basta trocar as frequências, é necessário remodelar todo o aparelho, especialmente por dentro, para funcionar em FM. Na Ascenção passa-se o mesmo: é necessário uma mudança interna para ficarmos compatíveis com com a banda de frequências altas dos reinos elevados.

 

Existe alguns rádios, com apenas uma configuração electrónica, que podem sintonizar muitas bandas de frequências, além da AM e FM, tudo num só rádio. Ora, depois de ascendermos, vamos ficar transformados em seres multi-dimensionais, ou seja, vamos estar preparados para nos sintonizar em qualquer Dimensão e tudo será possível para nós, sem restrições. Podemos considerar as Dimensões, como bandas de frequência. Digamos que a Dimensão onde vivemos funciona numa banda de frequências baixas, o suficiente para gerar a matéria conforme a conhecemos.

 

Na Dimensão para onde vamos depois de ascender, a banda de frequências é muito elevada. Tudo à nossa volta, incluindo nós mesmos tem um aspecto brilhante, ou como é mais conhecido, uma aura. Jesus Cristo depois de ascender, também ficou com aspecto brilhante, radiante.

Na verdade, ascender só tem vantagens: ficamos na mesma com um corpo físico, mas incorruptível, menos denso e sem necessidade de manutenção. Logo, ficamos livres da morte e das doenças. A nossa consciência ficará expandida e ligada ao Cosmos.

Podemos nos deslocar para onde quisermos, ter o que quisermos, bastando apenas desejar.

 

Qualquer pessoa pode ascender?

Sim, bons e maus, somos todos filhos de Deus. No entanto, pessoas más não podem ascender… Quem é mau, não será sempre assim,porque Deus deu-nos a oportunidade de crescermos ao longo do numero de vidas que entendermos, até sentirmos que estamos preparados para ascender.

Na verdade, aquilo que somos hoje é fruto das experiências de muitas vidas passadas. Hoje podemos ser bons, mas algures no passado já fomos maus e isso significa que evoluímos.

Observem as crianças, todas possuem um ritmo de crescimento próprio: umas crescem mais rápido e outras mais lentamente, mas todas chegam à idade adulta. Ao nível espiritual, também funcionamos assim, por isso é que devemos respeitar-nos.

 

A nossa verdadeira essência é a Alma e como almas que somos, estamos todos de certa forma ligados, ou melhor, somos todos UM. Quando me refiro a Deus, não se trata de um velhinho de barbas brancas todo poderoso, mas sim de uma consciência cósmica, da qual pertencemos.

Imaginemos que inicialmente Deus estava sozinho, então decidiu criar o Universo para se entreter, mas continuou a sentir-se só. Foi então que teve uma ideia: decidiu fragmentar-se numa infinidade de consciências individuais e cada uma dessas consciências são uma parte dele próprio. Então, Deus, entusiasmado, dedicou-se a criar hierarquias dessas consciências: algumas conscientes do todo, outras semi-conscientes e a maioria, amnésicas, sem memória da sua origem. É a esta ultima categoria de consciências ao qual pertencemos. O objectivo é experimentarmos tudo. Através das nossas experiências, vamos evoluindo passo a passo, até ficarmos de novo, completamente integrados com a fonte, ou seja, Deus.

 

O facto de ascendermos não significa que deixámos de evoluir, até pelo contrário. Continuaremos a evoluir, mas numa etapa diferente, muito mais agradável. Nesta etapa, se assim o desejarmos, podemos explorar o Universo, em colaboração com outras civilizações que também já ascenderam. Também podemos assumir o papel de guias, ajudando outras civilizações mais atrasadas. As escolhas são muitas.

 

Não há escolhidos, como referem as religiões, mas apenas escolhas, decisões. Há pessoas bastante evoluídas espiritualmente que decidiram não ascender por enquanto. São pessoas altruístas, que apenas se sentem felizes ajudando os outros.

 

Poderá perguntar:

– Mas eu não escolhi nada, nem sabia o que era essa coisa da Ascenção!

Na verdade, cada pessoa possui duas consciências:

 

  1. A primeira é a que melhor conhecemos e usamos no estado de vigília.
  2. A segunda é a de origem cósmica e está ligada com todas as outras e à Fonte. Os místicos chamam-lhe de Eu-superior. É esta a nossa verdadeira identidade e que toma todas as decisões antes de encarnarmos na Terra ou qualquer outro planeta desta Dimensão, com condições adequadas. 

Felizmente não nos lembramos das vidas anteriores, pois não suportaríamos tanta informação. No entanto, assimilámos a experiência adquirida nessas vidas.

Para cada vida, fazemos um plano que costuma estar relacionado com as lições que temos de aprender. Esse plano não é feito de forma isolada, mas sim, juntamente com as almas que vão “contracenar” connosco. Por exemplo: numa família pode haver um desajustamento entre uma mãe e uma filha, que veio das suas vidas anteriores, quando os papeis estavam invertidos. Chama-se a isto, Karma.

Uma questão de frequências, ou vibrações.

As crises, guerras e todo o género de eventos e situações negativas em todo o Mundo, devem-se precisamente às vibrações. Passo explicar:

Os detentores do Poder mundial querem segurar a todo o custo o seu modo de vida egoísta e destrutivo. Esse comportamento é próprio de quem caio na vibrações baixas. Para eles, não basta serem muito ricos, pois querem cada vez mais. São como vampiros que se alimentam da energia dos outros. 


Eles sabem que chegou a hora da Terra ascender, mas não querem abrir mão dos seus impérios, então eles dedicam-se a criar eventos e todo o tipo de situações que possam baixar as vibrações na Terra, tais como: guerras, atentados, incêndios e muito mais. Tudo isso cria medo e insegurança nas pessoas e consequentemente baixa as vibrações. 


Digamos que tudo o que é de natureza negativa, faz baixar as vibrações, e tudo o que for de natureza positiva, aumenta as vibrações. Refiro-me a actos, emoções e pensamentos.


Podemos associar as frequências baixas às trevas e as altas à luz.

Como posso contribuir para a Ascenção da Terra?

Todos podemos contribuir para aumentar as vibrações mundiais. Cada gesto de generosidade com os outros, cada pensamento positivo, cada oração, são importantes para o todo.


Como diz aquela canção do Roberto Carlos: “Pare para pensar”. Reveja a sua vida e decida participar nesta viagem para a luz eterna. Ninguém lhe exige que se torne santo, apenas que sorria mais vezes e faça o que estiver ao seu alcance para iluminar os outros. Com pequenos gestos de caridade e com um sorriso no rosto, pode fazer milagres, acredite.

Não lhe vou ditar qualquer tipo de regras como fazem as religiões, pois você é inteligente o suficiente para distinguir o que é bom do que é mau. Apenas lhe peço que participe, pois o bem que fizer aos outros é a si mesmo que o faz. 

Se tiver o hábito de orar, peça pelos governantes, para que se livrem das garras das trevas e possam governar com mais justiça.

 

A Ascenção é um processo que pode ser individual, ou colectivo. Qualquer pessoa pode ascender a qualquer momento, desde que esteja preparada e assim o deseje. No entanto, ao longo de muitas Eras, houve sempre Ascenções colectivas. Temos conhecimento de civilizações que desapareceram misteriosamente, sem deixar rastro. A nossa história é muito mais antiga do que dizem os historiadores.

 

A próxima Ascenção colectiva, vai ser diferente de todas as outras, porque desta vez, todo o nosso sistema planetário, incluindo a Terra, vai ascender. É um processo muito complexo e que exige o apoio de outras civilizações que já ascenderam. Refiro-me a civilizações extraterrestres.

Sei que é um assunto que não é fácil de aceitar para algumas pessoas, mas esta é a Verdade de que Jesus falou à 2000 anos atrás e os governos da Terra fazem questão de a esconder até ao ultimo instante, porque sabem que quando for revelada, o controlo deles acaba.

Os filmes de ficção científica, na maioria das vezes, mostram-nos os extraterrestres semelhantes a monstros, quando na verdade, a maioria dos que nos visitaram no passado e ainda o fazem actualmente, são semelhantes a nós. Afinal, é isso o que nos revelam as religiões, fomos feitos à sua imagem e semelhança.

 

Por vezes, há quem  pergunte: – Porque é que eles não se revelam?

A resposta é simples de entender, mas não tão fácil de aceitar. Para começar, vejam o que aconteceu aos ecossistemas da Terra, devido à interferência do Homem. Só o facto de termos levado os nossos animais de estimação para todos os cantos da Terra, já foi o suficiente para destabilizar os ecossistemas e até extinguir algumas espécies. Ora, essas civilizações muito antigas e evoluídas decidiram juntarem-se numa espécie de irmandade.

 

Muito antes do aparecimento dos humanos na Terra, o nosso Sistema Solar foi habitado por outros povos, mas também, bastante disputado por gentes de fora… de outros sistemas estelares.

Deram-se guerras colossais no Espaço, muito mais poderosas do que no filme “Star Wars”.

O planeta Marte, foi outrora um Mundo cheio de vida, como na Terra, mas na ultima batalha, ficou como o conhecemos hoje. Foi uma batalha tão terrível que a partir daí, várias civilizações decidiram juntarem-se e iniciou-se a primeira Irmandade de Mundos na nossa Galáxia. O que se passou daí para a frente, vou deixar para eles próprios contar, quando se reunirem de novo connosco.


A seguir assista aos vídeos abaixo:


 

 

Anúncios

3 pensamentos sobre “Ascenção Planetária

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s